Contacto
Arlon

Marido da luxemburguesa desaparecida na Bélgica foi detido

Lucia Alexandroae, de 31 anos, residente em Arlon, está desaparecida desde 6 de dezembro. As polícias do Luxemburgo e Bélgica realizaram na terça uma grande busca junto da casa, com retroescavadoras. O marido foi detido.

Lucia Alexandroae, de 31 anos, está desaparecida desde o dia 6 de dezembro. A polícia realizou ontem uma aparatosa operação policial na sua casa.

Lucia Alexandroae, de 31 anos, está desaparecida desde o dia 6 de dezembro. A polícia realizou ontem uma aparatosa operação policial na sua casa. © Créditos: Police Fédérale

Fonte: Redação

Lucia Alexandroae, luxemburguesa de origem romena de 31 anos, está desaparecida desde o dia 6 de dezembro. A mulher, que trabalha no Eurostat no Luxemburgo, foi vista pela última vez, no outlet "McArthurGlen" na província belga de Messancy, a poucos quilómetros do Luxemburgo.

No entanto, a família afirma que Lucia viajou para a Roménia, logo depois, tendo falado com membros por videochamada a partir do país natal. A família desta mãe de uma menina de dois anos, não tem contacto com a mulher desde 9 de dezembro.

O desaparecimento da luxemburguesa está a ser divulgado pela polícia belga nas redes sociais desde 27 de dezembro, num apelo a testemunhas que possam saber informações relevantes.

Na terça-feira, as polícias da Bélgica e Luxemburgo realizaram uma grande operação na casa onde Lucia Alexandroae vivia com o marido e a filha, em Sterpenich. A RTL 5 Minutes avança que as buscas de grande aparato, envolveram uma retroescavadora, tendo os agentes realizado escavações no jardim e em redor da casa. Contudo, as buscas revelaram-se infrutíferas.

Segundo o jornal belga Meuse Luxembourg, citado pela Tv Lux, noticia que os agentes policiais detiveram o marido da luxemburguesa, também na casa dos 30 anos. O Ministério Público não comenta a investigação.

Ler mais:Só a "mãe pode explicar" a morte dos dois bebés em França

É no marido de Lucia Alexandroae que recaem as principais desconfianças da família da luxemburguesa, como afirmou um amigo das irmãs da desaparecida, ao jornal Meuse Luxembourg. As irmãs e a mãe de Lucia denunciaram uma alegada situação de violência doméstica e até ameaças de morte que a luxemburguesa sofre às mãos do marido.

Na opinião da família, Lucia nunca teria desaparecido sem levar a filha. A imprensa belga adianta que a também a polícia da Roménia está a colaborar para se descobrir o que aconteceu a esta luxemburguesa, incontactável há quase um mês.